Tesla acusa Ford de lobby no bônus sindical de US$ 4.500 para EV

Os fabricantes instalados nos EUA agora estão divididos e não é por causa da concorrência, mas pelo que está sendo proposta no congresso americano.

Como você já sabe, é claro, há um projeto de lei para criar um bônus extra para carros elétricos de US$ 4.500. Pelo texto tramitando em Washington, os carros elétricos feitos em fábricas com trabalhadores sindicalizados terão bônus federal extra de US$ 4.500.

Nesse caso, o desconto se somaria aos US$ 7.500 já disponíveis, chegando a US$ 12.000. A ideia dos congressistas é incluir esse bônus no orçamento de US$ 3,5 trilhões para eletrificação da América nos próximos anos.

Tesla acusa Ford de lobby no bônus sindical de US$ 4.500 para EV

Depois que Honda e Toyota se manifestaram, Elon Musk entrou em sua conta no Twitter e acusou que os incentivos foram “escritos por lobistas da Ford/UAW, enquanto fazem seus carros elétricos no México. Não é óbvio como isso serve aos contribuintes americanos”.

A Ford respondeu, dizendo que fará nos EUA a picape elétrica F-150 Lighting e a van Transit-E, que poderá ser vendida no Brasil, além de outros produtos.

Já o UAW defendeu que os trabalhadores de toda a história automotiva mundial são sindicalizados. Ainda assim, a coisa continua quente por lá.

Tesla acusa Ford de lobby no bônus sindical de US$ 4.500 para EV

Honda e Toyota foram as primeiras a reagir, se posicionando contra este extra, alegando que ele discrimina trabalhadores de livre iniciativa, como no primeiro caso.

Já na Toyota, a declaração difere, sendo o foco no consumidor americano. Para a montadora japonesa, o bônus sindical só beneficia os ricos e deixa as massas de lado.

Nesse caso, o gigante usa o texto da proposta para sustentar sua alegação. Pela proposta, o bônus ficaria limitado aos consumidores individuais (solteiros) com ganhos de até US$ 400.000 ao ano. Os chefes de família podem ganhar até US$ 600.000 e casais até US$ 800.000.

A Toyota disse: “carros elétricos não deveriam ser apenas para pessoas ricas”. Pelo texto, o limite atual de 200.000 carros por marca será extinto. Isso ajuda a Tesla…

Tesla acusa Ford de lobby no bônus sindical de US$ 4.500 para EV

Já o limite de preço para o bônus federal seria de US$ 55.000 para automóveis, US$ 64.000 para vans, US$ 69.000 para SUVs e US$ 74.000 para picapes.

Por fim, em 2027, o bônus de US$ 7.500 só se aplicaria aos carros elétricos “made in USA”. Pelos valores, a Tesla se beneficiaria imediatamente, especialmente nos Model 3, Y e Cybertruck.

A Stellantis se posicionou a favor, alegando que será um incentivo para mover o mercado em direção a uma eletrificação mais rápida. O projeto ainda contempla bônus de US$ 2.500 para carro elétrico usado, 15% para bicicletas elétricas e taxa de crédito especial para comerciais movidos por energia.

[Fonte: Auto News]

© Noticias Automotivas. A notícia Tesla acusa Ford de lobby no bônus sindical de US$ 4.500 para EV é um conteúdo original do site Notícias Automotivas.