Os nove carros das equipes brasileiras inscritas no primeiro TCR South America  — Campeonato Sul-Americano de Carros de Turismo — participaram da primeira ação coletiva da inédita categoria, esta semana, no Circuito Panamericano, campo de provas da Pirelli situado no município de Elias Fausto, SP. 130 quilômetros a noroeste da capital. A marca italiana será a provedora oficial de pneus da especialidade.

O encontro serviu para que diversos pilotos tivessem seu primeiro contato com seus automóveis — shakedown no jargão do automobilismo que significa rodar com, um carro de corrida numa pista pela primeira vez — e também para a produção das fotos oficiais da categoria, a cargo do competente Duda Bairros. O início da temporada está previsto para o fim de semana de 23 de maio, em Goiânia, porém o fechamento de fronteiras em países como a Argentina e o Chile é um obstáculo que pode prejudicar as equipes desses e outros países que ajudam a compor um grid já confirmado de 26 automóveis.

O Honda Civic Type R da equipe W2-ProGP pilotado por Raphael Reis

Não foram divulgados os tempos registrados pelos 13 pilotos que andaram em Elias Fausto apesar dos recursos de telemetria utilizados pelas equipes, e mesmo cada automóvel tendo recurso para registrar essa informação, a ausência de uma cronometragem única justifica esse fato. De qualquer maneira, ficou claro que os Hyundai e os Honda foram os carros mais rápidos no dia. Um dos Hyundai Elantra em ação foi pilotado por Sérgio Jimenez, que se surpreendeu positivamente em sua primeira experiência com um carro da categoria: “Esse primeiro contato me causou uma excelente impressão sobre o conjunto do carro. Por ser um tração-dianteira eu esperava um comportamento subesterçante e alguns problemas de aquecimento nos pneus dianteiros. Não aconteceu nada disso e senti ter nas mãos um carro extremamente equilibrado.”

Fábio Casagrande acelerou os dois Afla Romeo Giulietta RF da equipe PropCar

O diretor da equipe PropCar, Dárcio dos Santos, contou com Fábio Casagrande para vivenciar a primeira experiência de pista com os dois Alfa Romeo Giulietta que seu time inscreveu no TCR SouthAm; Roy Block, o outro piloto do time baseado em São Paulo, segue nos Estados Unidos e não pôde se deslocar ao Brasil para o teste. De acordo com Dárcio, o dia foi, literalmente, de aprendizado: “Os carros do TCR têm muitos recursos tecnológicos, algo que se traduz em muitos botões para o piloto se acostumar. Os freios, por exemplo, podem ser calibrados para maior pressão nas rodas dianteiras ou traseiras, com ou sem uso do sistema ABS… Posso dizer que foi mais ou menos um track day para conhecer nosso novo equipamento.”

O Hyundai I30 N da equipe Piquet Sports

Segundo o comandante da PropCar, Fábio Casagrande ficou satisfeito com o comportamento dos hatches italianos e está otimista para a temporada e sobre a possibilidade de ser realizado um novo dia de testes, nas próximas duas ou três semanas, “desde que haja um circuito disponível para tanto.”

Márcio Basso em ação com um dos Audi RS 3 LMS da equipe MC Tubarão

Ao contrário das demais equipes, os gaúchos da equipe MC-Tubarão chegaram com certa experiência para o shake down da última quarta-feira, como explica Né Andrade, um dos líderes do time que tem sede em Campo Bom, cidade situada cerca de 60 km ao norte de Porto Alegre: “Já tínhamos andado com os carros no Velopark e nossa agenda foi mais uma oportunidade dos nossos pilotos Márcio Basso e Guilherme Reichl se familiarizarem com nossos Audi.”

Confira quem acelerou os carros de cada equipe:

Shakedown do TCR SouthAm foi realizado na pista da Pirelli, em Elias Fausto, SP

Cobra Racing, Audi RS 3 LMS:
Adalberto Baptista*
Rodrigo Baptista

MC Tubarão, Audi RS 3 LMS:
Marcio Basso*
Guilherme Reischl*

Piquet Sports, Hyundai I30 N:
Pedro Aizza
Sergio Jimenez
Beto Monteiro
Rodrigo Baptista

Prop Car, Alfa Romeo Giulietta RF:

Fabio Casagrande*

W2 Racing,  Honda Civic Type R:
Raphael Reis*
Gabriel Lusquiños
Thiago Marques
Guga Lima

*Competidores confirmados na temporada 2021

WG