A Stellantis confirmou nessa manhã (27) o nome Commander para o Jeep SUV de sete lugares junto de um teaser. No vídeo podemos notar alguns detalhes do carro como a silhueta e as lanternas traseiras. Conforme adiantamos, o novo Jeep foi desenhado no Brasil e terá estilo exclusivo, sem relações com o Grand Commander chinês.

VEJA TAMBÉM:

No curto teaser podemos notar algumas diferenças-chave entre o Commander e o Compass: as lanternas traseira são mais finas e possuem desenho menos arredondado; as molduras das janelas laterais possuem base reta, sem a subida na segunda janela que o Compass possui; e na dianteira as semelhanças com o Compass são mais aparente, afinal, algumas partes de estamparia serão compartilhadas por ambos.

Segundo o portal Autos Segredos o novo Jeep Commander fará sua estreia com o motor 1.3 turbo flex de 185 cv e uma versão atualizada de 203 cv do motor 2.0 turbodiesel. Esse motor diesel mais potente contará com injeção de Arla 32 para manter os níveis baixos de emissões exigidos pela norma Proconve P8.

O nome Commander já foi usado na Jeep em uma versão de sete lugares do Grand Cherokee entre 2005 e 2010, com estilo bastante quadrado e equipado com motores V6 e V8. O nome retornou na China em 2018 usando o prefixo “Grand” em outro SUV de sete lugares, dessa vez derivado do Cherokee. O Commander brasileiro derivado do Compass será um modelo inédito no mundo.

Fotos: Jeep | Divulgação

O post Jeep confirma o nome Commander para novo SUV de 7 lugares apareceu primeiro em AutoPapo.