Foram avaliados diversos modelos de cadeirinhas infantis, abrangendo todas as faixas de idade, vendidos na América Latina 

 

O Programa de Avaliação de Sistemas de Retenção Infantil (PESRI) divulgou os resultados de mais uma bateria de testes com os dispositivos de retenção infantil, as famosas cadeirinhas infantis, comercializadas na América Latina e Caribe. Além de novos modelos, foram incluídos os resultados de dois modelos avaliados em 2019, na época apenas com ancoragens isofix, e agora testados com cintos de segurança.

Foram selecionadas cadeirinhas oferecidas nos mercados da Argentina, Brasil, México e Uruguai. Estes testes incluem seis modelos apenas para bebês (Britax Baby Safe 2, Chicco Autofix Fast, Cybex Aton Q, Cybex Cloud Q, Maxi Cosi Cabriofix e Peg Perego Primo Viaggio SL), quatro modelos conversíveis para bebês ou crianças pequenas (Cybex Sirona S, Bébé Confort Axissfix, Maxi Cosi Axissfix Plus e D’bebe Confort) e cinco cadeiras multigrupo que podem ser usadas em várias configurações (Cybex Pallas M e M-Fix, Monza Nova IS, Kiddo Adapt e Bebesit Supersport) e até como Boosters.

No caso dos modelos multigrupo, os testes mostram novamente que dificilmente eles alcançam bons desempenhos em toda a gama de uso, podendo comprometer a segurança, especialmente nos casos com fixação pelo cinto de segurança.

Confira a seguir os resultados:

testes cadeirinhas PESRI

 

Leia mais:

Qual cadeirinha usar no automóvel para levar crianças?

Proteste aponta as cadeirinhas mais seguras

Latin NCap divulga resultados de testes de segurança com cadeirinhas infantis

The post Cadeirinhas infantis: testes apontam os modelos seguros appeared first on Revista Carro.